sexta-feira, 28 de setembro de 2012



OBSESSÃO

Filhos, não olvideis que os vossos afetos invisíveis do pretérito procuram interferir
negativamente em vossos justos anseios espirituais do presente.
De todas as formas, eles buscarão se insinuar em vossos caminhos, impedindo a
vossa desvinculação mental com o passado.
Pela afinidade natural que convosco estabeleceram em experiências pregressas,
lograrão fácil acesso ao vosso psiquismo, articulando aos vossos ouvidos inaudíveis
palavras de desalento.
Praticamente sem tréguas, insistirão convosco na descrença, armando-vos o espírito
contra os companheiros que vos têm concitado à renovação.
Levantarão em vós suspeitas infundadas a respeito daqueles que podem vos
influenciar para o bem.
Não raro, prepararão instrumentos para vossa queda no rol de vossas afeições
mais íntimas.
Nos lábios dos que tenham alguma ascendência sobre vós, colocarão palavras que vos
induzirão a reconsiderar atitudes e decisões no campo da fé.
Os irmãos consanguíneos do Mestre o tinham à conta de homem fora do seu juízo
perfeito...
Quantos se fizeram cristãos nos primeiros tempos do Evangelho começavam a ser
chamados ao testemunho no seio da própria família.
Os espíritos que lutam contra os propósitos de espiritualização das criaturas envidam
esforços no sentido de que o seguidor de Jesus na Doutrina Espírita vincule a causa
dos problemas materiais que enfrenta à sua nova opção de fé.
Por este motivo, os espíritas sempre facearão acirrada perseguição material por parte
dos opositores da Terceira Revelação. Além de sustentarem lutas cármicas pessoais,
defrontar-se-ão com os adversários da Causa que abraçaram.
No entanto o amparo espiritual não haverá de faltar a quem tome a decisão de
renunciar às facilidades transitórias.
Filhos perseverai na Fé e triunfareis !

(Obra: Coragem da Fé - Carlos A. Baccelli / Bezerra de Meneses)


******

Em que objeto centralizas a tua crença, meu amigo ? Recorda que é necessário crer
sinceramente em Jesus e segui-Lo, para não sermos confundidos.

(Obra: Vinha de Luz - Chico Xavier / Emmanuel)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

quinta-feira, 27 de setembro de 2012


O SONO E OS SONHOS

400 O Espírito encarnado permanece espontaneamente no corpo?– É como perguntar se o prisioneiro se alegra com a prisão. O Espírito encarnado aspira sem cessar à libertação, e quanto mais o corpo for grosseiro, mais deseja desembaraçar-se dele.


401 Durante o sono, a alma repousa como o corpo? Não, o Espírito nunca fica inativo. Durante o sono, os laços que o prendem ao corpo se relaxam e, como o corpo não precisa do Espírito, ele percorre o espaço e entra em relação mais direta com outros Espíritos.

402 Como avaliar a liberdade do Espírito durante o sono?– Pelos sonhos. Quando o corpo repousa, o Espírito tem mais condições de exercer seus dons, faculdades do que em vigília; tem a lembrança do passado e algumas vezes a previsão do futuro; adquire mais poder e pode entrar em comunicação com outros Espíritos, neste mundo ou em outro. Quando dizeis: tive um sonho esquisito, horrível, mas que não tem nada de real, enganais-vos; é, muitas vezes, a lembrança dos lugares e das coisas que vistes ou que vereis numa outra existência, ou num outro momento. O corpo, estando entorpecido, faz com que o Espírito se empenhe em superar suas amarras e investigar o passado ou o futuro.
Pobres homens, que pouco conheceis dos mais simples fenômenos da vida! Julgai-vos sábios e, entretanto, vos embaraçais com as coisas mais simples; ficais perturbados com a pergunta de todas as crianças: o que fazemos quando dormimos? Que são os sonhos? 
O sono liberta, em parte, a alma do corpo. Quando dormimos, estamos momentaneamente no estado em que o homem se encontra após a morte. Os Espíritos que logo se desligam da matéria, quando desencarnam, têm um sono consciente. Durante o sono, reúnem-se à sociedade de outros seres superiores e com eles viajam, conversam e se instruem; trabalham até mesmo em obras que depois encontram prontas, quando, pelo desencarne, retornam ao mundo espiritual. Isso deve vos ensinar uma vez mais a não temer a morte, uma vez que morreis todos os dias, segundo a palavra de um santo. Isso para os Espíritos elevados; mas para o grande número de homens que, ao desencarnar, devem permanecer longas horas nessa perturbação, nessa incerteza da qual já vos falaram, esses vão, enquanto dormem, a mundos inferiores à Terra, onde antigas afeições os evocam, ou vão procurar prazeres talvez ainda mais baixos que os que têm aí; vão se envolver com doutrinas ainda mais desprezíveis, ordinárias e nocivas que as que professam em vosso meio. O que gera a simpatia na Terra não é outra coisa senão o fato de os homens, ao despertar, se sentirem ligados pelo coração àqueles com quem acabaram de passar de oito a nove horas de prazer. Isso também explica as antipatias invencíveis que sentimos intimamente, porque sabemos que essas pessoas com quem antipatizamos têm uma consciência diferente da nossa e as conhecemos sem nunca tê-las visto com os olhos. Explica ainda a nossa indiferença, pois não desejamos fazer novos amigos quando sabemos que há outras pessoas que nos amam e nos querem bem. Em uma palavra, o sono influi mais na vossa vida do que pensais. Durante o sono, os Espíritos encarnados estão sempre se relacionando com o mundo dos Espíritos e é isso que faz com os Espíritos Superiores consintam, sem muita repulsa, em encarnar entre vós. Deus quis que em contato com o vício eles pudessem se renovar na fonte do bem, para não mais falharem, eles, que vêm instruir os outros. O sono é a porta que Deus lhes abriu para entrarem em contato com seus amigos do céu; é o recreio após o trabalho, enquanto esperam a grande libertação, a libertação final que deve devolvê-los a seu verdadeiro meio. 
O sonho é a lembrança do que o Espírito viu durante o sono; mas notai que nem sempre sonhais, porque nem sempre vos lembrais do que vistes, ou de tudo o que vistes. É que vossa alma não está em pleno desdobramento. Muitas vezes, apenas fica a lembrança da perturbação que acompanha vossa partida ou vossa volta, à qual se acrescenta a do que fizestes ou do que vos preocupa no estado de vigília; sem isso, como explicaríeis esses sonhos absurdos que têm tanto os mais sábios quanto os mais simples? Os maus Espíritos se servem também dos sonhos para atormentar as almas fracas e medrosas. 
Além disso, vereis dentro em pouco se desenvolver uma outra espécie de sonhos; ela é tão antiga quanto a que já conheceis, mas a ignorais. O sonho de Joana D’arc, o sonho de Jacó, o sonho dos profetas judeus e de alguns adivinhos indianos; esse sonho é a lembrança da alma quase inteiramente desligada do corpo, a lembrança dessa segunda vida de que falamos.
Procurai distinguir bem essas duas espécies de sonho dentre os que vos lembrais; sem isso, caireis em contradições e erros que serão funestos à vossa fé.
  

 Os sonhos são o produto da emancipação da alma, que se torna mais independente pela suspensão da vida ativa e de convivência. Daí uma espécie de clarividência indefinida, que se estende aos lugares mais afastados ou jamais vistos e algumas vezes até a outros mundos; daí ainda a lembrança que traz à memória acontecimentos realizados na existência atual ou em existências anteriores; a estranheza das imagens do que se passa ou do que se passou em mundos desconhecidos, misturadas com coisas do mundo atual, formam esses conjuntos estranhos e confusos que parecem não ter sentido nem ligação entre si.
A incoerência dos sonhos se explica ainda por lacunas que a lembrança incompleta do que nos apareceu em sonho produz. Isso seria como numa narração a qual se tenham truncado frases ao acaso, ou parte de frases; os fragmentos restantes reunidos perderiam toda a significação. 
 


(O Livro dos Espíritos - Perguntas 400,401 e 402)
 
 
******
 
E, projetando ele isto, eis que em sonho lhe apareceu um anjo do Senhor, dizendo: "José, filho de Davi, não temas receber a Maria, tua mulher, porque o que nela está gerado é do Espírito Santo;
Ela dará à luz um filho e chamarás o seu nome JESUS; porque ele salvará o seu povo dos seus pecados."
 
(Bíblia Sagrada - Mateus 1:20 e 21)
 
 
******
 
AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

quarta-feira, 26 de setembro de 2012


Aquele Que Fizer a Vontade de Deus...

Um dia em que Jesus falava ao povo, alguém se aproximou dizendo:
- Senhor, há visitas. Do lado de fora estão Sua mãe e Seus irmãos
procurando falar Contigo. Pode interromper a pregação para atendê-los?
Na verdade, desde a festiva noite de casamento nas bodas de Caná, em
que Jesus havia transformado água em vinho, não mais havia se encontrado
com sua querida mãezinha e, por essa razão, alegrou-se. Na condição de 
mãe amorosa, Maria estava saudosa do filho querido. Trouxera consigo
seus irmãos consanguíneos, que embora não compreendessem e até tivessem
dúvidas a respeito de missão de Jesus, desejaram revê-Lo e acompanharam
Maria naquela visita.
Jesus prosseguiu, dividindo seu olhar entre os familiares e a multidão que o
esperava. Sabia que sua missão estava acima dos próprios sentimentos e,
apesar do desejo de ir ao encontro de sua mãezinha, precisava exemplificar.
Assim, atento às necessidades morais daqueles que o ouviram, certo de que
suas palavras ficariam para a posteridade, manifestou-se elevando o tom de
voz, com a intenção de ressaltar o ensinamento daquela ocasião.
- Olhe bem ao meu redor, está vendo estas pessoas? Então pergunto: quem
é minha mãe? Quem são meus irmãos?
Diante do olhar de incompreensão e incredulidade do mensageiro, Jesus
complementou, indicando o povo e seus apóstolos:
- Eis minha mãe, eis meus irmãos, porque todo aquele que fizer a vontade
do Pai que está nos Céus, este será minha mãe, estes serão meus irmãos.
O Divino Mestre nos transmitia mais uma grandiosa lição de espiritualidade.
Não são os laços da carne que nos fazem uma família, mas as afinidades
do espírito. Por isso enfatizou:
- Pois, todo aquele que fizer a vontade de Deus, este é meu irmão, minha
irmã e minha mãe.
No final do dia, Jesus reencontrou sua querida mãe e abraçou seus irmãos,
mas apenas depois de concluída a palavra e após o atendimento a todos
os necessitados.
Eles ainda não compreendiam a essência de Sua nobre missão.

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

Um homem pode ser muito privilegiado intelectualmente e portador de grande 
cultura, mas se não tiver a humildade para descer ao nível dos alunos e ensiná-los
com afeição e respeito, toda sua sabedoria será em vão.

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Médium Antonio Demarchi/Espírito Irmão Virgílio)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Viver JESUS... a única alternativa
 

"Meus filhos:

Já não vos digo, amanhã.
O Evangelho do Senhor conclama-nos: Eia, agora!
Agora, é o santo momento de ajudar.
Arregacemos as mangas da camisa da alma e sirvamos, sem cansaço,
sem fastio.
Assumimos um compromisso, antes do berço, que é o de restaurar,
na terra sofrida, o Reino dos Céus, conforme preconizado por JESUS.
Muitas vezes, em nosso passado, fizemos parte dos heróis da Era Nova,
sem que tivéssemos tido forças para porfiar até o fim, e debandamos.
Volvemos, mais uma vez, à Seara libertadora e por razões do egoísmo e
da insâna, que nos atrelavam a um instinto perverso, falhamos em nossos
compromissos iluminativos.
Ouvimos o verbo quente e doce do pobrezinho de Assis, encaminhando-nos
a JESUS e, tão logo ele retornou ao Reino, traindo-lhe a confiança, edificamos
monumentos de pedra adornados de ouro, longe dos leprosos de Rivotorto e
dos pobrezinhos a quem ele tanto amava.
Com Allan Kardec, aprendemos o amor racional e deslumbramonos com a
Doutrina firmada na Ciência e na Razão.
A nossa atitude não pode ser decepcionante. Temos compromisso com a Verdade,
de cujo conteúdo conseguimos insculpir, no íntimo, algumas das expressões
mais belas.
Outra alternativa não existe senão, meus filhos, viver JESUS, neste momento de
Mamom, neste momento de loucura e de constrições perturbadoras.
Nós, os Espíritos espíritas que mourejamos na seara da Revelação Kardequiana,
estamos de pé, como vós outros, para juntos entoarmos o hino de exaltação
à vida, enquanto as mãos operam na caridade que dignifica através do amor
que santifica as vidas.
Prossegui! Mantende-vos coerentes com as lições que vos empolgam a alma
e deixai que o Senhor da Vida vos conduza com segurança ao sublime
destino da plenitude

São os nossos votos.

Vossos amigos espirituais, que me fizeram intérprete do seu pensamneto,
afagam-vos com delicadeza e afetividade.
Idem em paz, tomai da charrua e porfiai com abnegação!
São os votos do servidor humilimo e paternal de sempre."

  Bezerra.

(Mensagem psicofônica recebida pelo médium Divaldo Franco, na manhã
 de 27/12/2009, na sede de FEP, por ocasião do encerramento do
 encontro com conselheiros e diretores da federação)
  

******

É que na bênção do Cristo
Clareia-se nos a estrada,
E a nossa vida ressurge
Luminosa e transformada.

(Poema psicografado em Pedro Leopoldo-MG,
 21/11/1956, do entro Espírita Luiz Gonzaga).
 

******

AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 

******

PAI NOSSO

Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

AÇÃO DO MUNDO ESPIRITUAL

Certa ocasião, comunicaram-se três Espíritos que tinham uma problemática em relação ao aborto. As comunicações, uma em seguida à outra, eram todas vinculadas ao assunto.
A primeira delas foi a de um médico que, enquanto encarnado, dedicara-se a fazer abortos. Apresentou-se muito perturbado, perseguido por vários Espíritos. Acusava a si mesmo de criminoso e sentia-se aterrorizado com os próprios atos. Estava arrependido - dizia sem cessar - e tinha muito medo dos que o perseguiam.
O segundo comunicante foi uma mulher. Acusava o médico, a quem perseguia, desejosa de vingar-se. Explicou ter morrido em suas mãos, quando este tentava provocar-lhe a interrupção de uma gravidez. Estava atormentada pelo remorso dessa ação e pelo ódio que nutria pelo médico.
Ambos foram esclarecidos e retiraram-se bastante reconfortados.
A terceira entidade era também uma mulher. Veio para apoiar e estimular o nosso trabalho. Já possuía bastante conhecimento sobre a vida espiritual e trabalhava muito, principalmente ajudando a combater a idéia e a prática do aborto. Ela mesma, em sua última existência, havia cometido esse crime, quando da gestação de seu sexto filho. Sendo pobre e lutando com dificuldades de toda ordem, ao engravidar pela sexta vez, desorientou-se e provocou o aborto, do qual se arrependeu imediatamente. Jamais se perdoara e daí para frente sofreu duplamente, carregando o peso do remorso. Teve uma existência longa, de muitas lutas, e desencarnou após prolongada moléstia. No plano espiritual, encontrou-se com aquele que seria o seu sexto filho e teve um grande abalo ao certificar-se de que era um ente muito querido ao seu coração e que iria reencarnar com a finalidade de ajudá-la. Ele a havia perdoado, mas ela, inconformada com o fato, não conseguira até então perdoar a si mesma. Dedicou-se, por isto, ao trabalho de preservação da vida, ao mesmo tempo em que faz parte de um grupo de atendentes (ou enfermeiros), dedicados a socorrer os que praticam esse delito e que jazem no remorso e no desespero. Estava conosco naquela noite, acompanhando vários Espíritos comprometidos por esse mesmo crime.
Foi um belo trabalho, e uma vez mais emocionamo-nos ante as lições maravilhosas que recebemos nas reuniões de desobsessão.

(Obra: Obsessão e Desobsessão - Suely Caldas Schubert)


******

Que eu jamais me esqueça que Deus me ama infinitamente, que um pequeno grão de alegria e esperança dentro de cada um é capaz de mudar e transformar qualquer coisa,pois...
A vida é construída nos sonhos e concretizada no amor.

(Chico Xavier)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 

JESUS

quinta-feira, 20 de setembro de 2012



Da Reencarnação
 
166 Como a alma, que não alcançou a perfeição durante a vida corporal, pode acabar de se depurar?
– Submetendo-se à prova de uma nova existência.

166 a Como a alma realiza essa nova existência? É pela sua transformação como Espírito?
– A alma, ao se depurar, sofre sem dúvida uma transformação, mas para isso é preciso que passe pela prova da vida corporal.

166 b A alma tem, portanto, que passar por muitas existências corporais?
– Sim, todos nós temos muitas existências. Os que dizem o contrário querem vos manter na ignorância em que eles próprios se encontram. Esse é o desejo deles.

166 c Desse princípio parece resultar que a alma, após ter deixado um corpo, toma outro, ou seja, reencarna em um novo corpo. É assim que se deve entender?
– Evidentemente.

167 Qual é o objetivo da reencarnação?
– Expiação, melhoramento progressivo da humanidade. Sem isso, onde estaria a justiça?

168 O número de existências corporais é limitado ou o Espírito reencarna perpetuamente?
– A cada nova existência, o Espírito dá um passo no caminho do progresso. Quando se libertar de todas as suas impurezas, não tem mais necessidade das provações da vida corporal.

169 O número de encarnações é o mesmo para todos os Espíritos?
– Não; aquele que caminha rápido se poupa das provas. Todavia, essas encarnações sucessivas são sempre muito numerosas, porque o progresso é quase infinito.

170 Em que se torna o Espírito após sua última encarnação?
– Espírito bem-aventurado; é um Espírito puro.

(O Livro dos Espíritos - Perguntas 166,166a,166b,166c,167,168,169 e 170)


******

Por esta causa dobro os joelhos em presença do Pai,
Ao qual deve a sua existência toda familia no céu e na terra,
Para que vos conceda, segundo seu glorioso tesouro, que sejais
poderosamente robustecidos pelo Espírito em vista do crescimento
do vosso homem interior.

(Bíblia Sagrada - Efésios 3:14,15 e 16)


******

AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

NA SEARA DE JESUS

A tarefa no Evangelho não pode ser diferente, hoje, quando confrontada com os empeços de que se constituía nos tempos passados.

Temos companheiros e companheiros.
Alguns chegam inflamados de zelo apostólico ao campo de serviço, trazendo a força do exemplo e o lume da inspiração para o erguimento geral; outros surgem necessitados de socorro e cooperação, a fim de se levantarem, no espírito, para a desincumbência dos compromissos com que o mundo os honorifica; outros ainda aparecem tocados de bons desejos misturados de provações, exigindo paciência para que se equilibrem no plano de ação em que se situam; muitos repontam na coletividade portando votos e promessas brilhantes que não conseguem cumprir; e alguns outros igualmente se destacam, na passagem do tempo, à maneira de amigos dos interesses próprios, buscando vantagens pessoais que não se compadecem com os deveres que assumem.
Todos, porém, são filhos de Deus e tutelados de Jesus - irmãos nossos - cuja presença é fator importante em nosso proveito.
Cada companheiro da seara do bem é oportunidade de trabalho que não nos será justo menosprezar.
Aquele que sabe muito é capaz de ensinar-nos, tanto quanto o portador de talentos sublimes se expressa por luz a guiar-nos na frente; o mais equilibrado é coluna básica no serviço a efetuar-se, amparando-nos as próprias necessidades; aqueles, no entanto, que se revelam menos felizes se erigem como sendo testes à nossa fé para que a caridade do Senhor se manifeste por nosso coração e por nossas mãos.
Auxiliar-nos, sim, e sempre.
As assembléias cristãs que sobrevivem, acima de todas as limitações e circunstâncias da vida, são aquelas em cujo cerne a chama do amor e do perdão não se extingue.
Jesus nos solicita concurso em seu apostolado de redenção e tão-só venceremos amando e servindo-nos uns aos outros, tanto quanto Ele nos ama e serve sempre.
            
(Obra: Mais Luz - Chico Xavier/Batuíra)



******
 
Companheiro da Terra quando estendes uma palavra consoladora ou um abraço fraterno, uma gota de bálsamo ou uma concha de sopa, aliviando os que choram, estás diante deles, na presença do Cristo, com quem, aprendemos que o único remédio capaz de curar as angústias da vida nasce do amor, que derrama, sublime, da ciência de Deus.

            
(Chico Xavier/Emmanuel)
 

******


AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 

******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

terça-feira, 18 de setembro de 2012


O Alimento que Ingeres
 
O alimento que ingeres é de grande utilidade quando bem orientado para o equilíbrio da saúde, conseguindo a paz interior. É bom que não te esqueças da escolha dos alimentos, consultando bons livros, em se referindo à comida.
Precisamos de muita paciência na especulação da alimentação, fornecendo ao complexo orgânico as coisas naturais e as forças da natureza, empregadas no amparo as nossas forças, para o bem da nossa própria vida.
A resignação em relação ao que aparece como problema no correr da existência é de grande utilidade, desde quando não faltem o amor e o bem-estar, que surge da alegria.
Procura alimentar-te nos moldes em que se mostra o equilíbrio, sem estimular a vontade exagerada; devemos comer para viver, e não viver para comer.
Não te deixes viciar no que tange à alimentação; procura triturar com perseverança a comida, retirando dela as substâncias da paz orgânica, buscando sempre, onde existem mais experiências, o que falta para enriquecer as tuas.
Alguns dizem que religião nada tem com a alimentação; como se enganam! Tem e muito! Devemos cuidar do corpo e do Espírito, para o equilíbrio interno. Tudo o que aprendemos de bom é útil a vida, como exemplos aos outros.
É justo que tenhamos constância em tudo o que é bom, favorecendo a harmonia, sendo porta aberta para a luz do entendimento. Sejamos pacíficos em tudo o que venhamos a fazer, porque essa tranqüilidade nos faz aceitar o amor e vivê-lo, nos faz aceitar a caridade e vivê-la, nos faz aceitar o perdão e vivê-lo. E esse conjunto de virtudes forma em nossa intimidade a paz, bem como estimula o coração, senão a consciência. Compete a cada um esforçar-se para alcançar o estágio da benevolência que alegra e nos faz crescer na luz de Deus.
O que se chama alimento para que possamos viver não é somente o pão de cada dia; a água é alimento, o ar o é também, como igualmente o amor.
Esses últimos se fazem diretamente sustento para a alma, como também para o corpo e as suas funções entre os dois mundos.
Sejamos ordeiros nas investidas do corpo para a alma e da alma para o corpo, meditando no que ocorre, no sentido de aprender a nos comportar, para melhor tirar proveito das lutas que sempre nos trazem um bom rendimento.
Tenhamos paciência no desenrolar do tempo, que somente assim nós crescemos, deixando fulcros de exemplos para os outros, colhendo os frutos da paz, aquela que o mundo não pode dar. As nossas vidas significam luta permanentemente, porque é no intenso trabalho para aprender que nós instruímos e enriquecemos as qualidades do coração.
Verificamos que, em tudo na vida, estamos nos alimentando; e a escolha é de grande utilidade, sendo que podemos viver bem ou mal, de acordo com o que escolhemos para nos alimentar.
Apaziguar o que vem a nós é o nosso dever, para que surja disso o maior dos ambientes da vida - o Amor.

 

(Mensagem extraída do livro Cura-Te A Ti Mesmo
 João Nunes Maia / pelo Espírito Miramez) 

 
******

Cessemos, pois, a guerra de nossas criações inferiores do passado e entreguemo-nos, cada dia, às realizações novas de Deus, instituídas a nosso favor, perseverando em receber, no caminho, os dons da renovação constante, em Cristo, para a vida eterna.

   
(De Vinha de Luz - Chico Xavier/Emmanuel)


******

AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.


******
 

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

CARIDADE E DISCRIÇÃO

"... e olhe disse: Olha, não digas nada a ninguém..." - Marcos, cap. 1 - v.44
 
Jesus pede discrição ao leproso que é curado por Ele...
Que diferença, em relação a nós, quando temos oportunidade de prestar aos
outros o menor benefício !
Deveríamos nos envergonhar, quando nos pomos a trombetear o pouco que fazemos !
Por este ou aquele gesto de caridade em prol dos semelhantes, não nos iludamos   a
respeito do que ainda somos.
Ser verdadeiramente bom não se resume a dar esmolas.
Não se mede o tamanho da virtude de alguém pelo tamanho do cheque que preenche.
Há quem, esporadicamente, faça o bem, na tentativa de aliviar a consciência pelos erros
constantes que comete e, talvez, pretenda continuar cometendo.
A caridade não é bilhete que se adquire para se alcançar determinada condição espiritual
a preço de migalhas...
Interessava a Jesus ser visto pelos olhos de Deus e não pelos olhos dos homens - por isso
recomendou ao leproso que silenciasse.
Nunca cobremos de ninguém os favores que lhe prestamos como se fosse extamente nosso
intento humilhá-lo com a nossa generosidade.
Os devedores do próximo somos nós.
Quem adoece por conta de ingratidão recebida está se colocando na posição do benfeitor 
que esperava ser reverenciado.
O dia em que fizermos o bem com a espontaneidade de quem tem consciência de que
apenas repassa uma benção, a caridade, em nós, verdadeiramente, será amor.

(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho - Carlos A. Baccelli / Inácio Ferreira)


******

Sempre que penso em Jesus, o meu coração se refleta de alegria.

(Obra: O Espírito de Chico Xavier - Carlos A.Baccelli / Chico Xavier)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

PERANTE A CONSCIÊNCIA
  
"A Consciência Divina irriga-me com paz.   Os meus equívocos são elucidados, e acalmo-me, considerando as imensas possibilidades de equilíbrio que estão ao meu alcance. Diante de mim o presente, elaborando o futuro. O passado são as lições aprendidas e as vantagens do conhecimento servindo-me de suporte parta o crescimento interior.   Confio e renovo-me,  tranqülizando-me  no Bem."
  

Entre os flagelos íntimos que vergastam o ser humano, produzindo inomináveis
aflições, a consciência de culpa ganha destaque.
Insidiosamente instala-se e, qual ácido destruidor, corrói as engrenagens da
emoção, facultando a irrupção de conflitos que enlouquecem.
Decorrente da insegurança psicológica no julgamento das próprias ações, abre
um abismo entre o que se faz e o que se não deveria haver feito, supliciando,
com crueza, aquele que lhe sofre a pertinaz perseguição.
Considerando a própria fragilidade, o indivíduo se permite comportamentos
incorretos que lhe agradam às sensações, para, logo cessadas, entregar-se ao
arrependimento autopunitivo, com o qual pretende corrigir a insensatez.
De imediato, assoma-lhe a consciência de culpa, que o perturba.
Perversamente, ela pune o infrator perante si mesmo, porém, não altera
o rumo da ação desencadeada, nem corrige aquele a quem fere. Ao contrário,
não obstante cobradora inclemente, desenvolve mecanismos inconscientes
de novos anseios, repetidas práticas e sempre mais rigorosa punição...
Atavismo de comportamentos religiosos, morais e sociais hipócritas, que não
hesitavam em fazer um tipo de recomendação com diferente ação, deve ser eliminada
com rigor e imediatamente.
O que fizeste, não mais podes impedir ou evitar.
Disparado o dardo, ele segue o rumo.
Avaliza, desse modo, seus efeitos e repara-os, quando negativos.
Se a tua foi uma ação reprochável, corrige-a, logo possas, mediante
novas atividades reparadoras.
Se resultou em conflito pessoal a tua atitude, que não corresponde ao que
crês, como és, treina equilíbrio e põe-te em vigília.
Fraco é todo aquele que assim se considera, não desenvolvendo o esforço para
fortalecer-se.
Quando justificas o teu erro com autoflagelaçao reparadora, logo mais
retornarás a ele.
Propõe-te encarar a existência conforme é e as circunstâncias se te apresentam.
Erradica da mente as idéias que consideras impróprias, prejudiciais, conflitivas.
Substitui-as vigorosamente por outras saudáveis, equilibradas, dignificantes.
Quando não dispões de um acervo de pensamentos superiores para a reflexão,
vais colhido pelos de caráter venal, pueris, perniciosos, que se te fazem familiares,
impulsionando-te à ação correspondente.
Toda realização se inicia na mente. Desenhada no plano mental vem
materializar-se ao primeiro ensejo.
Pensa, portanto, com correção, liberando-te das ideais malsãs que
te gerarão consciência de culpa.
Sempre que errares, recomeça com o entusiasmo inicial. A dignidade, a
harmonia, o equilíbrio entre consciência e conduta têm um preço: a perseverança
no dever. Se, todavia, tiveres dificuldade em agir corretamente, em razão da atitude
viciosa  encontrar-se arraigada em ti, recorre à oração com sinceridade, e
a Consciência Divina te erguerá à paz.

 
(Obra: Momentos de Saúde - Divaldo P .Franco / Joanna de Ângelis)
 
 
******
 
Doemos, pois, ao mundo ainda que seja o mínimo do máximo que recebemos dele, 
compreendendo e servindo aos outros, sem atribuir ao mundo os erros e desajustes
que estão em nós.
 
(Da Mensagem Nós e o Mundo - Chico Xavier / Emmanuel)
 
 
******
 
AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

quinta-feira, 13 de setembro de 2012


Justiça da Reencarnação

171 Em que se baseia o dogma da reencarnação?  
– Na justiça de Deus e na revelação, e repetimos incessantemente: um bom pai deixa sempre para seus filhos uma porta aberta ao arrependimento.A razão não vos diz que seria injusto privar, para sempre, da felicidade eterna todos aqueles cujo aprimoramento não dependeu deles mesmos? Não são todos os homens filhos de Deus? Só homens egoístas podem pregar a injustiça, o ódio implacável e os castigos sem perdão.
 
 
Todos os Espíritos estão destinados à perfeição, e Deus lhes fornece os meios de alcançá-la pelas provações da vida corporal. Mas, na Sua justiça, lhes permite cumprir, em novas existências, o que não puderam fazer, ou acabar, numa primeira prova.
Não estaria de acordo nem com a igualdade, a justiça, nem com a bondade de Deus condenar para sempre os que encontraram, no próprio meio em que viveram, obstáculos ao seu melhoramento, independentemente de sua vontade. Se a sorte do homem estivesse irrevogavelmente fixada após a morte, Deus não teria pesado as ações de todos numa única e mesma balança e não agiria com imparcialidade.
A doutrina da reencarnação, que consiste em admitir para o homem diversas existências sucessivas, é a única que responde à idéia que fazemos da justiça de Deus em relação aos homens que se acham numa condição moral inferior; a única que pode nos explicar o futuro e firmar nossas esperanças, porque nos oferece o meio de resgatar nossos erros por novas provações. A razão nos demonstra essa doutrina e os Espíritos a ensinam.
O homem que tem consciência de sua inferioridade encontra na doutrina da reencarnação uma esperança consoladora. Se acredita na justiça de Deus, não pode esperar achar-se, perante a eternidade, em pé de igualdade com aqueles que agiram melhor do que ele. Contudo, o pensamento de que essa inferioridade não o exclui para sempre do bem supremo que conquistará mediante novos esforços o sustenta e lhe reanima a coragem. Quem é que, no término de sua caminhada, não lamenta ter adquirido muito tarde uma experiência que não pode mais aproveitar? Porém, essa experiência tardia não está perdida; tirará proveito dela numa nova vida. 
 


(Obra: O Livro do Espíritos - Pergunta 171)
 
 
******
 
Deposita fé em Deus, na Sua bondade, na Sua justiça e na Sua Sabedoria. Sabe que sem a Sua permissão
nada acontece e se Lhe submete à vontade em todas as coisas.
Tem fé no futuro, razão por que coloca os bens espirituais acima dos bens temporais.
 
(Obra: O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo XVII)
 
 
******
 
AVE MARIA

Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.
 
******
 
PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.
 
JESUS

quarta-feira, 12 de setembro de 2012


PARA ENCONTRAR DEUS
 
"Porque onde está o teu tesouro, aí também está o teu coração." - Jesus (Mateus, 6:21).

A vida cristã gira em torno do amor fraterno.
Podemos expressar o que de melhor existe dentro de nós.
O Evangelho nos ensina que a cada momento pode haver um recomeço, a fim de ganharmos a presença do Cristo.
Paciência é o poder que nos traz o reino da felicidade.
Jesus sabe das nossas deficiências e nos assiste com a sua tolerância.
Ajudemo-nos uns aos outros.
Viver é a lei.
Devemos ser fiéis em nossas pequenas promessas.
Muita gente se acha completamente absorvida em glórias celestes, ao passo que cuida pouco das pequenas coisas.
Despertemos.
Devoção exige realização.
Aquele que sabe, torna-se responsável.
O mundo precisa de ajuda.
Sirvamo-nos em todas as oportunidades.
Tanto no Evangelho, como na vida prática, devemos olhar para frente.
Jesus disse: "Porventura não se vendem dois passarinhos por um asse? E nem um deles cairá sobre a terra sem vosso Pai.
E até mesmo os cabelos da vossa cabeça, todos eles estão contados.

" Não podemos medir a glória de Deus em torno de nós, mas podemos reconhecer os divinos atributos de Deus através do nosso amor ao semelhante.

Tanto quanto se sabe, a definição do Novo Testamento, "Deus é amor; e aquele que se demora no amor, demora-se em Deus e Deus está nele", encerra a promessa de que, vivendo e praticando o amor puro, o homem finalmente alcançará o estado de união com seu Criador, para sempre.

Desejaríamos encontrar a Deus? Então precisamos seguir a Jesus Cristo.

Servir com ele é aliviar os problemas da vida.
As coisas de Deus não nos chegam por acaso.
A felicidade e a paz, no reino da alma, vêm dos trabalhos do amor.
Quando encontramos amor em nossos corações, Jesus lá está.

(Nova Iorque, N.I., EUA, 9, Julho, 1965). Médium Waldo Vieira/Anderson)
  


******

Aproxima-te de JESUS, esse ser incomparável, e plenifica-te com ELE.

(Obra: Lições para a Felicidade - Divaldo Franco/Joanna de Ângelis)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

terça-feira, 11 de setembro de 2012



JESUS, o Divino Amigo

Jesus foi o Divino Modelo de conduta, que nos trouxe o maior legado que a
humanidade já teve como código de amor, misericórdia e humildade: seu
Evangelho de Luz. Que nos amou de forma incondicional renunciando
temporariamente às esferas de luz onde habitava para encarnar em um
planeta denso, de pesadas vibrações, passando todas as necessidades que 
a matéria impõe, sem nenhum privilégio, somente para exemplificar seu amor.
Mais uma vez, vale a assertiva do Mestre, aplicada ao nosso comportamento:
"Pai, perdoai-os. Eles não sabem o que fazem".
Vivemos um período crucial para a evolução da humanidade, e o mais importante,
neste momento, é buscarmos o refúgio oferecido pelo Divino Pastor. Mas se não
conhecermos Jesus em sua essência, como poderemos amá-Lo verdadeiramente?
A grande maioria diz amar a Cristo, porém aqueles que o compreendem sabem
que amar Jesus não é simplesmente repetir: "Eu amo", mas seguir seus passos,
seus exemplos, ouvir sua voz, aprender a perdoar, a buscar a humildade, ser mais
caridoso e tolerante, enfim, amar nosso próximo como Ele nos amou. Aí amaremos
de fato a Jesus.
Falar de Jesus, o Divino Amigo, é uma grande responsabilidade, e estamos cientes
disso. Tomamos a liberdade de repetir aqui as palavras de João Batista: "não sou
digno de, curvando-me, desatar-Lhe as correias das sandálias".
O mundo se agita, convulso, entre conflitos e catástrofes naturais, e devemos
entender nessas ocorrências um alerta para despertarmos enquanto é tempo, para
buscarmos a orientação de Jesus, o Divino Amigo, que representa a segurança do
abrigo, a paz de um porto seguro que tanto necessitamos.
Que todos possam buscar em Jesus a fortaleza necessária, o refúgio para as suas
angústias.

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Antonio Demarchi/Irmão Virgílio


******

Nestes dias de tribulação e angústia, o mais necessário é ouvir no fundo da alma o
sublime convite: "Buscai o Reino de Deus e sua justiça e todas as coisas vos serão
dadas por acréscimo de misericórdia. Não vos inquieteis com o amanhã, porquanto
o amanhã a Deus pertence. A cada dia basta se mal".

(Obra: Jesus o Divino Amigo - Antonio Demarchi/Irmão Virgílio


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

segunda-feira, 10 de setembro de 2012

MODO DE OLHAR

"Por que vês tu o argueiro no olho de teu irmão, porém não reparas na
trave que está no teu próprio olho ?  - Lucas, cap. 6 - v.41
 
As pessoas são como nós: nem tão boas quanto imaginamos , nem tão
más quanto pensamos !
Assim, não exijamos de ninguém o comportamento que não temos...
Que tome as atitudes que não tomamos...
Ou que não nos decepcione qual não deixamos de decepcioná-las !
As pessoas não têm a obrigação de ser conforme queremos que elas
sejam - nem os nossos filhos !
Cada espírito com sua trajetória, com suas necessidades e experiências
a serem vivenciadas.
Se quisermos ser amados como somos, cabe-nos amar as pessoas
como elas são.
Isto é compreensão da Vida em sua essência.
Sendo, há milênios, esperados por Deus, por que não podemos esperar
por alguém alguns poucos anos ?
O amor não é um cinzel sobre a pedra - o amor é uma luz sobre ela...
Quem ama uma pessoa, não a ama por suas virtudes ou mazelas -
simplesmente a ama !
Não raro, os filhos enfermos e problemáticos merecem de seus pais
maior amor do que aqueles que já não os preocupam tanto.
Foi pelos mais doentes que Jesus se submeteu ao sacrifício de vir à Terra.
Olhemos para as pessoas que nos testam a paciência e colocam à prova
nossa capacidade de perdoar como quem olha para um anjo que ainda
não nasceu.

(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho - Carlos A.Baccelli/Inácio Ferreira)


******

É sempre fácil observar o mal e identificá-lo. Entretanto, o que o Cristo espera de nós outros é a descoberta e o cultivo do bem para que o Divino Amor seja glorificado.

(Obra: Agenda Cristã - Chico Xavier/André Luiz)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus, rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS

sábado, 8 de setembro de 2012


10. Meus amigos, a muitos dentre vós tenho ouvido dizer: Como hei de fazer caridade, se amiúde nem mesmo do necessário disponho?
Amigos, de mil maneiras se faz a caridade. Podeis fazê-la por pensamentos, por palavras e por ações. Por pensamentos, orando pelos pobres abandonados, que morreram sem se acharem sequer em condições de ver a luz. Uma prece feita de coração os alivia. Por palavras, dando aos vossos companheiros de todos os dias alguns bons conselhos, dizendo aos que o desespero, as privações azedaram o ânimo e levaram a blasfemar do nome do Altíssimo: "Eu era como sois; sofria, sentia-me desgraçado, mas acreditei no Espiritismo e, vede, agora, sou feliz." Aos velhos que vos disserem: "É inútil; estou no fim da minha jornada; morrerei como vivi", dizei: "Deus usa de justiça igual para com todos nós; lembrai-vos dos obreiros da última hora." As crianças já viciadas pelas companhias de que se cercaram e que vão pelo mundo, prestes a sucumbir às más tentações, dizei: "Deus vos vê, meus caros pequenos", e não vos canseis de lhes repetir essas brandas palavras. Elas acabarão por lhes germinar nas inteligências infantis e, em vez de vagabundos, fareis deles homens. Também isso é caridade.
Dizem, outros dentre vós: "Ora! somos tão numerosos na Terra, que Deus não nos pode ver a todos." Escutai bem isto, meus amigos: Quando estais no cume da montanha, não abrangeis com o olhar os bilhões de grãos de areia que a cobrem? Pois bem: do mesmo modo vos vê Deus. Ele vos deixa usar do vosso livre-arbítrio, como vós deixais que esses grãos de areia se movam ao sabor do vento que os dispersa. Apenas, Deus, em sua misericórdia infinita, vos pôs no fundo do coração uma sentinela vigilante, que se chama consciência. Escutai-a, que somente bons conselhos ela vos dará. As vezes, conseguis entorpecê-la, opondo-lhe o espírito do mal. Ela, então, se cala. Mas, ficai certos de que a pobre escorraçada se fará ouvir, logo que lhe deixardes aperceber-se da sombra do remorso. Ouvi-a, interrogai-a e com freqüência vos achareis consolados com o conselho que dela houverdes recebido.
Meus amigos, a cada regimento novo o general entrega um estandarte. Eu vos dou por divisa esta máxima do Cristo: "Amai-vos uns aos outros." Observai esse preceito, reuni-vos todos em torno dessa bandeira e tereis ventura e consolação. - Um Espírito protetor. (Lião, 1860.)

(O Evangelho Segundo o Espiritismo - Capítulo XIII)


******

Jesus é o caminho a ser seguido.
Não existem atalhos para ele.

(Obra: Saúde Mental À Luz do Evangelho - Carlos A.Baccelli/Inácio Ferreira)


******

AVE MARIA
Ave Maria cheia de graça, o Senhor é convosco, bendita sois vós entre as mulheres e bendito é o fruto do vosso ventre Jesus.
Santa Maria, Mãe de Jesus,  rogai por nós, pecadores, agora e na hora de nossa morte. Amém.

******

PAI NOSSO
Pai nosso que estais no Céu, santificado seja o Vosso Nome, venha a nós o Vosso reino, seja feita a Vossa vontade, assim na terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje; perdoai-nos as nossas ofensas, assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.

JESUS